Surfistas

capa de livro de contos de Benedito CarneiroEsta história aconteceu no início de noite de um dia de verão. Em uma praia à beira-mar onde o mar tem ondas altas que os surfistas gostam. Dois surfistas na areia ao lado das pranchas olhavam o pôr do sol.

– Olha lá! Olha lá!
– Olhar o quê? Onde?

– Lá. Naquele canto do céu!
– Que tem ali pra olhar? Um pequeno ponto de luz. Deve ser uma estrela ou um avião ou ilusão de ótica.

– Já viu uma estrela que aumenta de tamanho ou um avião que sobe e desce? É um óvni.
– Você não bebeu que eu sei. Não é óvni porque óvnis não existem.

– É um óvni! Quer saber? Vem na nossa direção.
– Sei, sei. É um óvni e vem na nossa direção e nós vamos esperá-lo, certo? Espero mesmo é que tenha uma cerveja gelada porque está um calor danado neste canto do mundo.

– Quero ver você pedir uma cerveja gelada para os homens verdinhos que sairão do óvni porque ele vem mesmo na nossa direção. Está cada vez mais próximo.

Era um disco voador. Redondo e com luzes coloridas como são os discos voadores na imaginação dos terrestres. Vinha na direção deles e a luz visível à distância era de um farol potente com mecanismo direcional apontado para os dois sedentos surfistas. A luz diminuiu de intensidade à medida que o disco se aproximava, chegou bem perto, parou e ficou flutuando a um metro de altura da areia da praia. Surfistas que desafiam as ondas do oceano não temem óvnis, discos voadores e homenzinhos verdes. Um deles queria mesmo perguntar da cerveja, o outro queria mesmo saber se o amigo teria coragem. Sem nenhum ruído, uma rampa projetou-se do disco e uma porta abriu-se, revelando um interior iluminado.

– Não disse? Lá vem os homenzinhos verdes!
– Se tiver cerveja nesse disco, os homenzinhos podem ser azuis cor de rosa ou verdes.

Um tripulante do disco apareceu na luz da porta e desceu a rampa. Os dois surfistas já em pé, mais curiosos que nunca. O extraterrestre viajante no disco aproximou-se e quase derrubou de surpresa os dois surfistas. Não era um homenzinho azul cor de rosa e verde. Era uma linda mulher cor de morena queimada de sol de praia vestida em biquíni pequeno impossível. Impossível caber aquela mulher naquele biquíni. Os dois surfistas abriram o melhor e mais largo sorriso que encontraram.

– Por favor, qual é o nome deste lindo planeta? – perguntou a linda morena.
– Terra, estamos na Terra – esta a resposta dos dois em uníssono, ao mesmo tempo.

– Terra? Ah, Gaia. Puxa, erramos o caminho por alguns milhões de anos-luz. Desculpem o incômodo.
– Ora, não tem de quê.

– Bem, já nos vamos. Prazer em conhecê-los.
– Permite perguntar? Tem cerveja na sua nave?

– Pois acredita que temos uma pequena geladeira portátil cheia de cerveja? Vou mandar trazê-la para vocês.

Outro alienígena desceu a rampa. Desta vez uma loira de fazer chover no deserto, carregando uma pequena caixa. Era a geladeira portátil cheia de cerveja.

As duas mais lindas alienígenas jamais vistas subiram a rampa. A porta do disco fechou-se, a rampa foi recolhida e o disco subiu. Foi quando os dois surfistas perceberam que o disco estava na frente de uma fila que parecia interminável de outros discos voadores semelhantes. Um a um todos vieram para perto dos surfistas e subiram em fila indiana. Passou o último disco e todos sumiram no céu cada vez mais brilhante na Lua Nova. Os surfistas abriram a pequena geladeira e cada um pegou uma cerveja que abriu e começou a tomar. Depois de algum tempo, reiniciaram o diálogo:

– Ninguém acreditará nesta história.
– É melhor não tentar contar a alguém.

– Boa essa cerveja! No escuro não dá para ver a marca.
– Diga, aquela loira não parecia a Pamela Anderson, a atriz do Baywatch?

Dentro do maior disco voador, o comandante gordíssimo de três cabeças, uma azul a outra cor de rosa e ainda uma verde, disse às duas alienígenas:

– Por favor, voltem logo às suas formas e cores naturais. Vocês estão horríveis!
– De qualquer maneira foi bom termos visto aquele estranho programa de TV chamado Baywatch. Que quer dizer reprise?

Benedito Carneiro

Escritor, físico, professor, locutor de rádio e analista de sistemas.

Comentários estão fechados